Maratona Internacional MTB – edição 2019 Ouro Branco-MG

A Maratona Internacional Chaoyang Estrada Real possui uma característica única, belíssimas paisagens cercadas pela imponente Serra de Ouro Branco chegando a 1560 metros de altitude. Nossa equipe composta por grandes nomes da fotografia fizeram um trabalho fora da curva com mais de 300 imagens de tirar o fôlego.

Foram usados 2 helicópteros R 44 nestas imagens. Pilotos experientes como Tony Andrade instrutor de voo fez dupla com Thiago Lemos e Lamarca piloto do Globocop fez parceria com Fabio Piva. O resultado é este abaixo com imagens impressionantes.

_________________________________________

Ouro Branco será o palco da abertura do projeto em 2019, o evento entra em seu terceiro ano com muitas novidades. A primeira é a criação do Granfondo Estrada Real, prova de Road que ira acontecer no sábado em um trecho que liga Ouro Branco a Ouro Preto, um legitimo trecho da Estrada Real com subidas íngremes e paisagens que irão encantar o mundo do ciclismo. Está prova ficará sobre a direção do atleta e treinador Hugo Prado OCE em parceria com a Avelar Sports. Será a primeira vez que Minas Gerais terá uma prova de Road com a rodovia 100% fechada de transito de veículos.

No mesmo sábado a tarde acontece o Short Track UCI – Carlos Tadeu, dentro da arena de eventos com um percurso de 1 km os atletas da elite masculino e feminino farão 20 minutos de prova mais uma volta.

No final da tarde o SunSet Avelar Sports com show ao vivo e muita descontração.

Domingo a prova de Maratona da Internacional Chaoyang Estrada Real com 2 percursos, 44 e 70 km. Novas trilhas e novos trechos foram adicionados a prova de 2019.

O povoado de Santo Antônio de Ouro Branco teve sua origem em fins do século XVII, provavelmente no ano de 1694, como conseqüência do processo de ocupação iniciado com as primeiras bandeiras que, subindo o Rio das Velhas à procura de ouro, desbravaram a região, assentando-se ao pé da Serra de Ouro Branco, também denominada, na época, Serra do Deus (te) Livre (tombada pelo IEPHA em 07/11/1978).

Os primitivos habitantes desta região foram os índios da tribo Carijós. A Serra do Ouro Branco tem uma área aproximada de 1 614 hectares e está localizada no município de Ouro Branco. É uma elevação abrupta, formada por um paredão com cerca de vinte quilômetros de extensão a sudeste, que delimita um planalto cuja altitude varia entre 1 250 e 1 568 metros e encostas íngremes a nordeste.

Os solos, em sua grande maioria, são arenosos, oriundos de rochas quartzíticas e uma pequena porção, a nordeste, é constituída de solos argilosos, provenientes da formação mineral tipo itabirito.
É considerada o marco inicial sul da Cadeia do Espinhaço, que compreende um grupo de serras com altitudes variáveis, ao longo de 1.100 km de extensão, até a Bahia. Essa cadeia abriga um dos mais ricos ecossistemas do mundo, os campos rupestres.

A Serra do Ouro Branco é uma importante área de recarga das bacias do rio Paraopeba e rio Doce. Apresenta uma grande quantidade de nascentes e cursos d’água, que, em sua maioria, formam o Lago Soledade. Além disso, fornece toda a água que é consumida pela cidade de Ouro Branco.

_________________________

Primeira prova de mountain bike XCM da América Latina com transmissão ao vivo. Bruno Lemes e Letícia Cândido faturam os títulos desta segunda edição e pontos no ranking UCI

Ouro Branco (MG) – Em apenas duas edições, a Maratona Internacional Chaoyang Estrada Real de Mountain Bike já consolida-se no cenário esportivo de alto rendimento Mundial. O evento faz parte do grupo de provas UCI MARATHON Series da União Ciclística Internacional, com apenas 30 corridas chanceladas ao redor de todo o planeta.

Dentre as inovações da Maratona Internacional Chaoyang Estrada Real de Mountain Bike destaque para as quatro horas de transmissão ao vivo feita pela TV Alterosa em Minas Gerais e via Facebook que superou todas as expectativas.

Destaque para a grande estrutura montada para receber a feira, com opções de lojas de bicicletas, praça de alimentação, área Kids, grandes marcas do mercado e o famoso e importante suporte Neutro da Shimano.

A cidade de Ouro Branco e sua população serão um show a parte, recebendo a todos com carinho e presteza. A prefeitura Municipal não mediu esforços e desde o zelador da Praça de Eventos até ao Prefeito Helio Campos sem empenharam com tudo.

No geral, o final de semana de Feriado de Tiradentes, maior mártir da Inconfidência Mineira, em Ouro Branco foi um sucesso absoluto com a participação de 1.600 ciclistas, que participaram da clássica de ciclismo do Dia da Inconfidência – 21 de abril – fechando o domingão (22), com muito mountain bike da Maratona Internacional Chaoyang Estrada Real MTB, dividido em 2 percursos: 65 quilômetros com 2.090m de desnível e 44 km no percurso amador.

“Os atletas foram surpreendidos pela super estrutura que montamos na excelente praça de eventos que a cidade de Ouro Branco oferece, assim como o percurso pela Serra do Espinhaço que desafiou a resistência de grandes nomes do MTB nacional e internacional” conta Felipe Avelar, organizador da Avelar Sports que não mediu esforços para assegurar um evento de classe mundial.

A competição foi desafiante para todos os atletas, consagrando o mineiro Bruno Martins Lemes (Corratec Team) que completou os 65km em 2:39:53 minutos.

O pelotão seguiu compacto por apenas sete quilômetros de prova, quando Bruno Lemes atacou e olhando para trás para ver a reação dos outros seguiu firme na fuga. O pelotão não acreditou que o ataque seria bem sucedido e seguiu no seu ritmo. Com isso, Bruno chegou isolado para vencer, seguido do atual campeão espanhol Ismael Ventura (KTM Bikes) e do suiço radicado em Belo Horizonte, Lucas Kaufman (Cannondale Brasil) na terceira colocação.

No feminino, a ciclista local Letícia Cândido (Audax Team) fez as honras da casa para assegurar o segundo da Maratona Internacional Chaoyang Estrada Real de MTB.

“Minha prova foi bem consistente, andei forte do início ao fim para ir em busca do título representar da melhor forma minha cidade. O local do evento foi perfeito, trazendo o público para prestigiar a prova. A organização acomodou muito bem todos os atletas e visitantes” comenta Letícia Candido.

Os atletas percorreram belíssimos trechos da “Rota do Ouro”, como ficou conhecido os caminhos na Estrada Real usados para escoar a produção de ouro na época do Brasil-Colônia.

Resultados completos, acesse www.cronochip.com.br

Transmissão ao vivo e novos negócios

A organização da Avelar Sports montou uma estrutura incrível, juntamente com a TV ALTEROSA/SBT, para fincar uma marca na história do MTB Mundial, realizando a primeira transmissão ao vivo de uma corrida de MTB Maratona na América do Sul.

“O saldo foi muito positivo, inscrições esgotadas, a repercussão alcançada, feira de negócios, e a experiência da transmissão nos deixa muito motivados, para colocar nosso esporte no alto nível. Agora seguimos firmes para a cidade de Mariana nos dias 16 e17 de Junho, vamos com tudo, usaremos a mesma estrutura e estaremos ainda mais preparados!” – afirma Felipe Avelar.

A Maratona Internacional Chaoyang EstradaReal 2018 também organizou uma feira de negócios com a parceria do Sebrae, chamada de agenda de relacionamentos reunindo mais de 30 empresas.

“Não fazemos apenas corridas, nosso negócio é desenvolver o esporte” – define a linha de trabalho da Avelar Sports, que segue firme em seu propósito com total profissionalismo!

“Para se fazer algo novo, algo marcante na vida das pessoas, é preciso ter algo a mais que um negócio, precisa de um propósito. E é nesta linha de pensamento que trabalho” – completa. Felipe Avelar


Todas os textos e fotos desta matéria, foram retirados do site http://internacionalestradareal.com.br


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *